Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Multas - recurso antigo para disciplinar os costumes

Não é de hoje que as autoridades buscam meios para disciplinar os cidadãos de forma que a organização e o convívio nas cidades sigam os princípios da civilidade. As rotinas citadinas mudam com os tempos, gerando outros costumes. Bons e maus. Na Cachoeira do século XIX, animais não podiam andar soltos pelas ruas, tampouco instalarem-se em lugares públicos, sob pena de seus proprietários serem multados pelas autoridades municipais. Aliás vem deste tempo o costume de cercar as praças, o que evitava a invasão do espaço por cavalos, bois e outros animais que perambulavam pelas ruas. Um documento da Procuradoria da Câmara Municipal, que era o setor encarregado das finanças municipais, datado do primeiro trimestre de 1859, mostra as curiosas infrações que geravam multas aos descuidados de então: Relação de multas e multados - CM/Po/RDD-002 Vê-se pelo documento acima que carnear rês na rua rendeu uma multa de 4.000 réis a Estevão Candido de Carvalho; que uma carreta que vinha em

AH: 27 anos de compromisso com a preservação da nossa história

No dia 5 de agosto de 1987 nascia o Arquivo Histórico do Município de Cachoeira do Sul. Surgia com o objetivo de recolher, preservar e difundir documentos da vida político-administrativa do quinto município do Rio Grande do Sul. E o trabalho do Arquivo Histórico só tem sentido se, além de cumprir com a guarda e a preservação dos documentos, oferecer seu acervo para a comunidade usufruir das informações neles contidas e assim conscientizar-se da importância do resguardo da memória. A tarefa do Arquivo Histórico é grande, assim como grande é o seu compromisso e responsabilidade. Obrigado a todos os servidores (de ontem e de hoje), colaboradores, apoiadores e pesquisadores que dão razão à nossa existência e valorizam o nosso papel. Alunos do Instituto João Neves da Fontoura pesquisando no AH Pesquisadora e escritora Terezinha T. Fenker - Dona Francisca Prof. Rui Carlesso - Cachoeira do Sul

AH recebe material para restauro

A Câmara de Vereadores de Cachoeira do Sul fez importante doação ao Arquivo Histórico, demonstrando assim respeito e valorização ao trabalho de preservação de nossa memória. Em 2013, o Vereador Marcelo Figueiró, atualmente na Presidência da Câmara, incentivou a equipe do AH a elaborar projeto de restauro do livro de atas do período 1851 - 1861 (vide postagem http://arquivohistoricodecachoeiradosul.blogspot.com.br/2013/12/arquivo-historico-pede-auxilio-camara.html ), código CM/OF/A-005, que se encontra em processo adiantado de degradação, impossibilitando seu manuseio. No dia 30 de julho último, a equipe do AH foi recebida no gabinete da Presidência do Legislativo para a entrega do material que a Câmara adquiriu para a realização do restauro do livro, que ficará a cargo da assessora técnica Jussara Maria de Andrade Garske. No ato da entrega do material, o Núcleo Municipal da Cultura se fez representar pela assessora Josiani Knebel Fardin.  A notícia foi veiculada na edição de 3