Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2019

BANRISUL - 90 anos em Cachoeira do Sul

Quem chega pela primeira vez a Cachoeira do Sul e persegue o trajeto feito pela Rua Sete de Setembro se depara, antes da "subida dos bancos", com uma verdadeira joia do passado:  um imponente prédio encimado por figuras escultóricas representativas das atividades comerciais e industriais. Agência central do Banrisul - foto Renato F. Thomsen Figuras escultóricas do frontão do Banrisul - foto Renato F. Thomsen Vista geral do prédio principal - foto Renato F. Thomsen Este prédio, inaugurado em 1922, foi erguido pelo Banco Pelotense, instituição financeira fundada em 5 de fevereiro de 1906 por pecuaristas, charqueadores, comerciantes e profissionais liberais na cidade de Pelotas. Fazia parte da estratégia de marketing do banco a construção de prédios suntuosos, clara demonstração de riqueza e opulência que também acabou por decretar grande endividamento à instituição. Boa parte destes prédios ainda estão em pé nas cidades em que o Banco Pelotense funcionou, servin

17 de fevereiro de 1939: primeiro aniversário da "Casa dos Astros"

Em 17 de fevereiro de 1939, a cidade comemorou, com pompa e alegria, o primeiro aniversário do grandioso, moderno e apreciadíssimo Cine-Teatro Coliseu. Desde a inauguração, aquela casa de espetáculos tinha definitivamente conquistado os cachoeirenses que lotavam as diferentes sessões e transformavam o coração da Rua Sete de Setembro em ponto de encontro e de grande circulação. O jornal O Comércio do dia 22 de fevereiro de 1939 traz a notícia: Jornal O Comércio , 22/2/1939, p. 1 Acervo de Imprensa do AH O 1.º anniversario da "Casa dos Astros" A's 5 horas de 17 de Fevereiro de 1938, Cachoeira, a "Cidade Formosa", assistia "São Francisco a Cidade do Peccado", através á téla do novo e magestoso Cine-Theatro Coliseu, dentro do qual havia o perfume da graça, a elegancia da arte e a imponencia do bello. Com chave de ouro se festejava, então, o inicio da actuação da "Casa dos Astros". Agora que decorre um anno, a sua commemoraç

Disciplinamento do Trânsito em 1928

Quem percorre as ruas de Cachoeira do Sul percebe as dificuldades causadas pela intensa circulação de veículos. Ainda que a movimentação cause transtornos, especialmente na obtenção de vagas para estacionamento, é preciso compreender a cidade como um espaço que pouco ou quase nada fez para receber, distribuir e conviver com tamanho fluxo. As ruas centrais conservam essencialmente o desenho reproduzido por João Martinho Buff em 1850, quando ruas poeirentas só recebiam o trânsito de pedestres, cavalos, mulas, carroças e carros-de-boi.  Imaginemos então a possibilidade de transportar um habitante do passado para os nossos dias. Datemos a transposição no ano de 1928, escolhendo como destino a Rua Sete de Setembro em 2019. Certamente o passageiro do passado seria guindado à estupefação. Seus olhos incrédulos procurariam as referências de seu tempo - quase todas desaparecidas - e instantaneamente ele pensaria aonde fora parar o guarda que controlava o trânsito nas proximidades do relógi

Asilo da Velhice Nossa Senhora Medianeira - 70 anos

Em 6 de janeiro de 1949, na sede da SCAN - Sociedade Cachoeirense de Auxílio de Necessitados, aconteceu uma reunião para fundação e eleição da primeira diretoria do Asilo da Velhice Nossa Senhora Medianeira. A reunião foi promovida pela senhorita Rica Carvalho Bernardes e presidida pelo Dr. Liberato Salzano Vieira da Cunha, prefeito municipal. O jornal O Comércio , edição do dia 12 de janeiro de 1949, em sua primeira página, traz a notícia:  Asilo da Velhice Nossa Senhora Medianeira Eleita presidente a senhorinha Rica Carvalho Bernardes (...) Esta reunião foi concorridissima e preliminarmente os trabalhos estiveram sob a presidência do dr. Liberato Salzano Vieira da Cunha, prefeito Municipal, que após declarar abertos os mesmos, explicou aos presentes a finalidade daquela assembleia, tendo a seguir procedido a leitura dos estatutos que regerão a nova entidade, os quaes foram aprovados por unanimidade. Dr. Liberato S. V. da Cunha - prefeito municipal - Fototeca M