Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Cachoeira: urgentes necessidades da cidade em 1869

Um dos livros utilizados pela Câmara Municipal da Cidade da Cachoeira para lançamento das cópias dos ofícios dos vereadores (CM/S/SE/RE-007), aberto em 3 de março de 1863, traz em suas folhas 146 a 148v. um relatório que atendia ao estabelecido por lei em que os deputados da Assembleia Provincial deveriam ser informados das mais urgentes necessidades dos municípios. O documento traz como primeira necessidade a recuperação da Igreja Matriz que, naquela época, era o mais importante edifício da cidade, juntamente com a Casa de Câmara, Júri e Cadeia recentemente construída.  Igreja Matriz em seu aspecto original (foto entre 1910/1920) - Fototeca Museu Municipal Nas imediações, os prédios mais imponentes e ainda assim sem rivalizar com a Igreja eram o Império do Divino Espírito Santo (1856) e o Teatro Cachoeirense (1830). Teatro Cachoeirense - Museu Municipal Igreja Matriz e Império do Espírito Santo - Fototeca Museu Municipal Eis algumas das necessidades listad

Votos de final de ano

A Equipe do Arquivo Histórico deseja a todos os seus apoiadores, seguidores e consulentes um  Feliz Natal e um próspero 2015!

15 de dezembro de 1859 - 15 de dezembro de 2014: 155 anos de Cachoeira Cidade

Há 55 anos Cachoeira comemorou o centenário de sua elevação à condição de Cidade com grande repercussão. Cachoeira do Sul em 1959 - cartão-postal da fototeca do Museu Municipal O Jornal do Povo, em sua edição do dia 15 de dezembro de 1959 trazia como manchete: Cachoeira Centenária Comemora a Histórica Data. Jornal do Povo, 15/'12/1959, p. 1 - Acervo de imprensa - Arquivo Histórico Naquele mês de dezembro a cidade desenvolveu uma extensa programação comemorativa, com decretação de feriado no dia 15, lançamento de publicação alusiva, eleição da rainha do Centenário e outras atividades sociais, culturais e esportivas que envolveram toda a comunidade. Álbum comemorativo - 1959 - acervo Arquivo Histórico A Rainha do Centenário eleita em concurso foi a senhorita Janice Maria Bacchin, representante do Clube Comercial, tendo como princesas Sueli Müller, representando a Sociedade Rio Branco, e Pegi Estrázulas, representando o Clube Atlético Bancário. A apresentaçã