Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

190 anos da imigração alemã no Rio Grande do Sul

Depois de muitas tratativas, finalmente em novembro de 1857 chegava a Cachoeira a primeira leva de imigrantes alemães com destino à Colônia Santo Ângelo. Estes pioneiros tiveram muito trabalho pela frente e enfrentaram toda sorte de dificuldades, a começar pela forma inusitada com que foram deixados à margem do rio Jacuí, abandonados à própria sorte, pois o comando do vapor que os trouxera até a margem, aproveitando-se do momento em que desceram da embarcação para conhecer o que lhes aguardava, determinou que desembarcassem suas bagagens, zarpando logo a seguir. Aos colonos surpreendidos pela "fuga" do vapor restava apenas a coragem de arregaçar as mangas e buscar meios de sobreviver naquele ambiente desconhecido, inóspito e cheio de desafios. A tarefa hercúlea rendeu bons frutos ao trabalho e abnegação daqueles pioneiros e a Colônia Santo Ângelo cresceu, transformando-se depois em municípios como Agudo, Paraíso do Sul, Novo Cabrais, todos com imenso orgulho de suas raíze

Nosso clima há 100 anos

O Rio Grande do Sul tem vivido um inverno de grandes variações de temperatura, alta taxa de umidade e grande precipitação de chuvas. Fala-se muito no efeito estufa e em fenômenos climáticos que têm relação com as ações descuidadas do homem. 2014 é ano de El Niño , segundo os meteorologistas. Mas, afinal, como nossos antepassados verificavam o clima? Na Cachoeira de 1914, tempo da Intendência Municipal, anualmente, no mês de setembro, eram lançados relatórios da vida municipal, trabalhos elaborados com muita eficiência pelos funcionários encarregados da Seção de Estatística e Arquivo. Estes relatórios constituem-se hoje em fontes preciosas dos mais diferentes aspectos do Município, abordando desde climatologia até estatística moral, que incluía criminalidade, suicídios e assistência hospitalar, dentre outros. Com a inconstância do inverno em 2014, buscou-se os dados do clima em Cachoeira no Relatório apresentado ao Dr. Balthazar Patricio de Bem, Intendente do Município de Cachoei

Enchentes pela nossa história

Há dias o Rio Grande do Sul é assolado por copiosas chuvas e já conta enormes prejuízos, com aumento dos leitos dos rios, inundações de populações ribeirinhas e até de cidades inteiras. Em lugares bem próximos de nossa cidade houve o desabamento de estradas e o comprometimento de pontes. Numa cidade que vive às margens de um grande rio que, por sua vez, é tributário de numerosos afluentes, esta situação não é singular. Antes pelo contrário. Ao longo de nossa história muitos relatos de grandes enchentes são conhecidos, notadamente os que relembram a do ano de 1941, que atingiu boa parte do Estado e teve grandes proporções em Cachoeira. Manchete do Jornal do Povo - edição de 27/4/1941 - acervo: Arquivo Histórico Também no final do século XIX, mais precisamente em 1896, Cachoeira viu as águas do rio Jacuí subirem assustadoramente, havendo uma fotografia do complexo da Charqueada do Paredão que mostra o quão alto elas chegaram, pois o paredão que dava nome ao estabelecimento