Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

Festa Nacional do Trigo em Cachoeira - 60 anos

Entre os dias 20 e 22 de outubro de 1956, Cachoeira do Sul sediou a VI Festa Nacional do Trigo e II Exposição Agro-Industrial, eventos que mobilizaram a cidade e a colocaram em evidência no país. Os jornais locais, O Commercio e Jornal do Povo , fizeram ampla cobertura da programação da Festa e das atividades que a cercaram. A cidade, engalanada, recebeu o Presidente da República, Juscelino Kubistchek, o Governador do Estado, Ildo Meneghetti, e o senador e jornalista Assis Chateaubriand, proprietário da maior revista de circulação nacional da época - O Cruzeiro , dentre outras personalidades políticas, militares, civis e eclesiásticas.                                                       Edição do Jornal do Povo de 20/10/1956                          - Acervo de Imprensa do Arquivo Histórico Edição do jornal O Comércio  de 17/10/1956 - Acervo de Imprensa do Arquivo Histórico Disse o Jornal do Povo na edição de 21 de outubro de 1956, cuja manchete era  &qu

100 anos da visita de Olavo Bilac a Cachoeira

Há exatos cem anos, no dia 14 de outubro de 1916, o celebrado poeta Olavo Bilac chegou a Cachoeira, uma das tantas cidades brasileiras que visitou em razão de uma grande cruzada que empreendeu pelo país com o objetivo de divulgar a recém-criada Liga da Defesa Nacional, entidade com fins patrióticos. Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac A recepção ao poeta, já na Estação Ferroviária, foi festiva. A Banda Musical Estrela Cachoeirense tocava uma marcha quando o trem chegou, às 16h45. Ao desembarcar, o poeta foi saudado em nome do povo cachoeirense pela menina Jenny Pinheiro que lhe ofereceu um ramalhete artístico. Entre vivas do povo que se aglomerava junto à Estação, o poeta desceu a escada do prédio e passou por uma longa ala de alunos e professores do Colégio Elementar Antônio Vicente da Fontoura, liderados pela diretora Cândida Fortes Brandão. Novamente recebeu um ramalhete de flores com dedicatória do colégio das mãos do aluno Waldemar Brum, que proferiu os seguintes ver

Projeto Evolução Histórica da Configuração Urbana de Cachoeira do Sul - Parceria UFSM e Arquivo Histórico

"Para compreender o presente e planejar o futuro, é preciso evocar o passado. Por isso, o estudo da evolução histórica da configuração urbana de Cachoeira do Sul permite compreender a organização e a atual configuração do espaço urbano. Determinadas obras de infraestrutura (como pontes, estradas ou avenidas, estações ferroviárias e/ou rodoviárias), de espaços públicos (ruas, praças e parques) e de espaços privados (lotes, residências, indústrias e/ou locais de trabalho, mercados, clubes, cinemas e equipamentos urbanos em geral) dão a conhecer a produção físico-espacial e as suas formas de uso pelos citadinos, a identificar as centralidades, as direções da expansão urbana em relação a períodos da produção econômica e a atuação do poder público enquanto promotor de melhorias urbanas, da elaboração de planos diretores e de aprovações de loteamentos. Assim, épocas ou períodos são analisados mediante as transformações do processo de desenvolvimento físico-espacial, sociocultural, po