quarta-feira, 15 de outubro de 2014 | By: Arquivo Histórico de Cachoeira do Sul

Primeiras letras para meninas

A educação no Rio Grande do Sul teve impulso tardiamente. Além das questões de ocupação do território, que também foram tardias em relação ao restante do país em razão das disputas havidas entre Portugal e Espanha, o longo período da Revolução Farroupilha desviou o curso natural do desenvolvimento, embora o ideário farrapo preconizasse incentivos à educação.

Em Cachoeira, as primeiras referências à educação formal só foram concretizadas depois do período revolucionário, quando houve a nomeação da primeira professora pública, D. Anna Francisca Rodrigues Pereira, em 1848.

Seis anos antes disto, em plena Revolução Farroupilha, houve uma tentativa de instalação de uma classe de primeiras letras para meninas na Vila Nova de São João da Cachoeira. O Presidente da Província mandou expedir à Câmara um edital avisando que as pessoas que quisessem fazer oposição a esta cadeira poderiam manifestar-se... Tempos em que a educação ainda não era genericamente entendida como fator imprescindível para o desenvolvimento das sociedades e em que, além disto, as meninas não precisavam frequentar escolas...

CM/DA/Subsérie 14: Ofícios/Caixa 3

Tendo S. Ex.ª o Señr. Presidente da Provincia mandado pôr a concurso a Cadeira de primeiras Letras de meninas dessa Villa; de ordem do mesmo Exmº Señr, transmitto a VS.ªs os inclusos exemplares do Edital, convidando as pessoas que queirão fazer opposição a dita cadeira; afim de que VS.ªs os mandem affixar nos lugares mais publicos dessa Villa.
Deos Guarde a VS.ªs Secretaria do Governo na Leal e Valorosa Cidade de Porto Alegre 25 de Agosto de 1842
João Capistrano de Mirdª 
Secretario do Gov.º

0 comentários:

Postar um comentário