Pular para o conteúdo principal

Ramiro Barcellos - 100 Anos de Saudade

No último dia 9 de junho, o Arquivo Histórico fez-se representar na programação da XXXIII Feira do Livro do Barão (Colégio Sinodal Barão do Rio Branco) através da participação da pesquisadora Mirian R. M. Ritzel no painel "Ramiro Barcellos - 100 anos de saudade". Juntamente com o advogado José César Pereira da Silva Filho e o professor de História Matheus Rosa Pinto, a representante do Arquivo Histórico apresentou aos alunos dos 8.º e 9.º anos do Ensino Fundamental aspectos da vida do médico, jornalista, político e escritor cachoeirense Ramiro Fortes de Barcellos, no ano em que está sendo lembrada a passagem dos cem anos de seu falecimento, ocorrido em Porto Alegre no dia 29 de janeiro de 1916.

Dr. José César Pereira da Silva Filho, Prof. Matheus Rosa Pinto e Mirian Ritzel,
do Arquivo Histórico, participantes do Painel "Ramiro Barcellos - 100 anos de saudade"
- XXXIII Feira do Livro do Barão - 9/6/2016  - Imagem: Rafael Voigt
Para traçar rápidas linhas da biografia do Dr. Ramiro Fortes de Barcellos, Mirian Ritzel serviu-se da coleção do jornal O Commercio, com matérias jornalísticas sobre o político e o homem, e do acervo do Museu Municipal de Cachoeira do Sul - Patrono Edyr Lima, onde se encontram correspondências, fotografias, um manuscrito e um raro estojo médico utilizado pelo Dr. Ramiro em seus atendimentos, especialmente na campanha.

O Commercio - edição de 14/7/1915
Ramiro Barcellos - candidato a senador
- Coleção de Imprensa do Arquivo Histórico

Estojo médico para ser afixado ao cinto
Acervo Ramiro Barcellos - Museu Municipal
Imagem: Iara Valentim
Poema "Como te amei", de autoria de Ramiro Barcellos
- acervo Museu Municipal de Cachoeira do Sul
Imagem: Iara Valentim
Um vulto histórico da magnitude de Ramiro Barcellos ainda é pouco estudado, revelando-se personalidade com ricas e variadas facetas. Daí a importância de acervos como os do Arquivo Histórico e do Museu Municipal de Cachoeira do Sul, capazes de revelar detalhes da vida, do trabalho e do pensamento de um dos grandes nomes da política rio-grandense e brasileira entre o final do século XIX e início do século XX. 

Ramiro Fortes de Barcellos
Cachoeira - 23/8/1851
Porto Alegre - 29/1/1916

Autor do célebre Antônio Chimango, poemeto campestre em que satiriza a figura do Dr. Borges de Medeiros, Ramiro Barcellos praticamente deixou de ser lembrado como jornalista, político e médico, sendo sua vida suplantada pela obra assinada com o pseudônimo Amaro Juvenal.


Antônio Chimango - capa da edição de 1978
- Martins Livreiro - Editor


(MR)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Colégio Estadual Diva Costa Fachin: a primeira escola de área inaugurada no Brasil

No dia 1.º de outubro de 1971, Cachoeira do Sul recebeu autoridades nacionais, estaduais e regionais para inaugurar a primeira escola de área do Rio Grande do Sul e que foi também a primeira do gênero a ter a obra concluída no Brasil. Trata-se do Colégio Estadual Diva Costa Fachin, modelo implantado com recursos do Programa de Expansão e Melhoria do Ensino Médio - PREMEM, instituído pelo Decreto n.º 63.914, de 26/12/1968.  Colégio Estadual Diva Costa Fachin - Google Earth A maior autoridade educacional presente àquela solenidade foi Jarbas Passarinho, Ministro da Educação, acompanhado por Euclides Triches, governador, e pelos secretários de Educação, Coronel Mauro Costa Rodrigues, de Interior e Justiça, Octávio Germano, das Obras Públicas, Jorge Englert, e da Fazenda, José Hipólito Campos, além de representantes do Senado, de outros ministérios, estados e municípios.  Edições do Jornal do Povo noticiando a inauguração da escola (30/9/1971 e 3/10/1971, p. 1) Recepcionados na Ponte do Fa

Rainha do Carnaval de 1952

O carnaval de 1952 foi marcado por uma promoção da ZYF-4, a Rádio Cachoeira do Sul, e Associação Rural, que movimentou toda a cidade: a escolha da rainha dos festejos de Momo. Vamos conhecer esta história pelas páginas do Jornal do Povo : Absoluto êxito aguarda a sensacional iniciativa da ZYF-4 e Associação Rural - Milton Moreira (PRH-2) e a famosa dupla "Felix" da Televisão Tupi  participarão de atraente "show" Cachoeira do Sul viverá sábado à noite o maior acontecimento social dos últimos anos, com a realização do monumental "Garden-Party" promovido pela Rádio Cachoeira do Sul e Associação Rural nos jardins da ZYF-4. Rainha do Carnaval de 1952 -  Jornal do Povo, 21/2/1952, p. 1 Rádio Cachoeira do Sul - ZYF-4 - Coleção Emília Xavier Gaspary Precedido de quatro grandiosos bailes que se efetuaram nas principais entidades sociais cachoeirenses, o "Garden-Party" vem centralizando as atenções da cidade inteira, pois, assinalará o mais deslumbrante es

Cachoeira do Sul e seu rico patrimônio histórico-cultural

A história de Cachoeira do Sul, rica e longeva, afinal são 202 anos desde a sua emancipação político-administrativa, legou-nos um conjunto de bens que hoje são vistos como patrimônio histórico-cultural. Muito há ainda de testemunhos desta história que merecem a atenção pelo que representam como marcas dos diferentes ciclos históricos. Mas felizmente a comunidade e suas autoridades, desde 1981, pela criação do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico-Cultural - COMPAHC, têm reconhecido e protegido muitas destas marcas históricas. Antes da existência do COMPAHC muitos e significativos bens foram perdidos, pois o município não dispunha de mecanismos nem legislação protetiva, tampouco de levantamento de seu patrimônio histórico-cultural. Assim, o Mercado Público, em 1957, e a Estação Ferroviária, em 1975, foram duas das maiores perdas, sendo estes dois bens seguidamente citados como omissões do poder público e da própria comunidade. Sempre importante lembrar que por ocasião do anúncio da