segunda-feira, 28 de novembro de 2016 | By: Arquivo Histórico de Cachoeira do Sul

Câmara de Vereadores e Arquivo Histórico: uma parceria em prol da memória histórica

O Arquivo Histórico do Município de Cachoeira do Sul, representado em sua equipe pela assessora e pesquisadora Mirian Ritzel, ocupou a tribuna popular da Câmara de Vereadores no dia 21 de novembro de 2016 para prestar contas e agradecer o apoio recebido daquela casa para a restauração de um importante livro de seu acervo documental - o livro de atas do Fundo Câmara Municipal abrangendo o período de 1851 a 1861, identificado como CM/OF/A-005. A restauração do referido livro só foi possível graças ao fornecimento de todo o material necessário pela Câmara, numa iniciativa do então presidente, Vereador Marcelo Figueiró.

Em seu pronunciamento, a representante do Arquivo Histórico fez a apresentação do papel da instituição e em imagens mostrou as diversas etapas pelas quais o restauro do livro CM/OF/A-005 passou, de forma a ilustrar todo o processo desenvolvido pela assessora técnica Jussara Maria de Andrade Garske, que foi auxiliada no início do trabalho pela voluntária Alba Lindemann. 


















Ao final da apresentação e agradecimento pelo apoio ao restauro do livro referido, a equipe do Arquivo Histórico deixou outra importante solicitação ao atual presidente, Vereador Homero Tatsch: a do custeio do trabalho de restauração da primeira planta da Cidade da Cachoeira (1850), obra de Johann Martin Buff, pertencente ao acervo do Museu Municipal de Cachoeira do Sul - Patrono Edyr Lima e que desde 2008 se encontra em poder da restauradora Naida Maria Vieira Corrêa, da empresa Restauratus - Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis Ltda., em Porto Alegre. O custo do restauro, atualizado, é de R$ 5.750,00. Este importante documento é o primeiro registro cartográfico do que hoje configura o centro histórico de Cachoeira do Sul. Sua recuperação é fundamental para entendimento da evolução urbana da cidade e para o planejamento futuro de sua expansão sem desprezar os bens e espaços de memória.

(MR)

2 comentários:

Suzana Saldanha disse...

Bravo Mirian! Bravo Jussara! Parabéns a todos do Arquivo e a sensibilidade dos Vereadores!

Mirian Ritzel disse...

Bravíssimo!

Postar um comentário