terça-feira, 20 de dezembro de 2016 | By: Arquivo Histórico de Cachoeira do Sul

Roubo de fios de telefonia

Para quem pensa que roubos de cabos telefônicos são práticas do presente... Ledo engano! Há 95 anos, mais precisamente em 17 de dezembro de 1921, a empresa que administrava a telefonia no município entrou com uma reclamação junto à Intendência Municipal, dizendo que estava sendo vítima de freqüentes roubos praticados nas linhas telephonicas de nossa propriedade, e utilizadas para o serviço de communicações entre a séde e os districtos ruraes do municipio.

IM /GI/DA/CR-Cx. 1

A empresa prestadora do serviço, com sede em Porto Alegre, a Companhia Telephonica Rio-Grandense, através de seu diretor, Victor de Araújo, signatário da carta ao Intendente Dr. Annibal Lopes Loureiro, dizia que os roubos até então tinham sido de pouca importância e que deixaram de ser comunicados porque esperava que não mais se reproduzissem, independentemente das medidas que, em taes casos, cabia lançar mão. Infelizmente, tal não se deu e, ainda no decorrer desta semana, verificamos um furto de arame na linha do Agudo, trecho além do Centro de Tres Vendas.

Na própria carta, há um despacho assinado por Sensurio Cordeiro determinando que os subintendentes do 6.º e 7.º distritos recebessem cópias da correspondência, recomendando providências.



Não há relato de que as providências determinadas pelo subintendente Sensurio Cordeiro tenham sido eficazes para conter os roubos de então... O certo é que passam os tempos, moderniza-se o mundo, mas velhas e condenáveis práticas seguem inexoráveis!

(MR)

1 comentários:

Suzana Saldanha disse...

Que sociedade é esta nossa que nunca consegue resolver seus problemas !

Postar um comentário