Pular para o conteúdo principal

1928 - Chevrolet & Ford

O mercado automobilístico no século XXI oferece milhares de opções a um mundo movido por quatro rodas. Os automóveis, nos dias correntes, extrapolaram o caráter de utilitários para se tornarem verdadeiros objetos de desejo...

Imaginemos então a oferta dos autos, ou bólidos, que o mercado de 90 anos atrás disponibilizava. Era um tempo de inexistência de indústria do setor no Brasil. Automóveis e outros veículos eram todos importados - e o preço de tais luxos condizia com o longo trajeto que precisavam fazer para chegar aos revendedores locais.

Em meados de março de 1928, duas revendas em Cachoeira ofereciam novidades, conforme noticiava O Commercio, edição do dia 28:

Sabbado ultimo realizou-se, na Agencia Chevrolet, do sr. Eduardo Schaurich, e na Agencia Ford, dos srs. Schirmer & Minssen Ltda., a exposição  dos novos typos Chevrolet e Ford, com os ultimos aperfeiçoamentos introduzidos pelos fabricantes.
A Agencia Chevrolet foi aberta depois das 19 1/2, porém, desde as 19 horas já os interessados e curiosos formavam cordão á frente do edificio, provando como o automobilismo vai, em proporção crescente, despertando o interesse publico.

Agência Chevrolet - Rua 7 de Setembro - Coleção Robispierre Giuliani

Abertas as portas, exmas. senhoras, senhoritas e cavalheiros encheram o recinto da Agencia, admirando e commentando o novo modelo, de que já estavam vendidos 4 carros, inclusive o que figurava na exposição.

Chevrolet 1928 - Pinterest

Aos presentes foram servidos doces, vinho do Porto e cerveja, estando o edificio profusamente iluminado.
Uma victrola alegrou, com trechos de musica classica, a reunião, que prolongou-se até além das 9 horas da noite.
- A's 20 1/2 começou a affluencia de exmas. familias e cavalheiros á Agencia Ford, profusamente iluminada, onde estava exposto o novo modelo Ford, annunciado ha mezes e anciosamente esperado.
Entre os quatorze aperfeiçoamentos introduzidos, é notavel o augmento da força do motor, de 20 para 40 cavallos, continuando o Ford no seu ideal de produzir carros de typo leve, proprios para a campanha.

Agência Ford - Rua Saldanha Marinho - Fototeca Museu Municipal

Tambem ali houve um grande vai-vem de visitantes, que se premiam no recinto, sendo servido chopp aos presentes.

Ford 1928 Modelo A - Streetside Classics

Pelas 9 horas, a banda musical Estrella Cachoeirense chegou á Agencia, executando alguns trechos de seu repertorio.
Essas duas exposições constituiram, pela numerosa assistencia que tiveram, o principal successo da semana finda.

O século virou e a tecnologia evoluiu tremendamente, mas uma coisa segue indefectivelmente a mesma: o fascínio da humanidade pelos automóveis.

MR

Comentários

  1. Que legal.Tive vários primos que trabalharam na Chevrolet,os filhos do Clodomiro Paschoal e uma prima também. Como é bom é interessante teu Blog Miriam. Sempre parabéns pelo teu trabalho. Não comento quase,mas sempre leio.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela leitura e valorização do nosso trabalho, Marta!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colégio Estadual Diva Costa Fachin: a primeira escola de área inaugurada no Brasil

No dia 1.º de outubro de 1971, Cachoeira do Sul recebeu autoridades nacionais, estaduais e regionais para inaugurar a primeira escola de área do Rio Grande do Sul e que foi também a primeira do gênero a ter a obra concluída no Brasil. Trata-se do Colégio Estadual Diva Costa Fachin, modelo implantado com recursos do Programa de Expansão e Melhoria do Ensino Médio - PREMEM, instituído pelo Decreto n.º 63.914, de 26/12/1968.  Colégio Estadual Diva Costa Fachin - Google Earth A maior autoridade educacional presente àquela solenidade foi Jarbas Passarinho, Ministro da Educação, acompanhado por Euclides Triches, governador, e pelos secretários de Educação, Coronel Mauro Costa Rodrigues, de Interior e Justiça, Octávio Germano, das Obras Públicas, Jorge Englert, e da Fazenda, José Hipólito Campos, além de representantes do Senado, de outros ministérios, estados e municípios.  Edições do Jornal do Povo noticiando a inauguração da escola (30/9/1971 e 3/10/1971, p. 1) Recepcionados na Ponte do Fa

Rainha do Carnaval de 1952

O carnaval de 1952 foi marcado por uma promoção da ZYF-4, a Rádio Cachoeira do Sul, e Associação Rural, que movimentou toda a cidade: a escolha da rainha dos festejos de Momo. Vamos conhecer esta história pelas páginas do Jornal do Povo : Absoluto êxito aguarda a sensacional iniciativa da ZYF-4 e Associação Rural - Milton Moreira (PRH-2) e a famosa dupla "Felix" da Televisão Tupi  participarão de atraente "show" Cachoeira do Sul viverá sábado à noite o maior acontecimento social dos últimos anos, com a realização do monumental "Garden-Party" promovido pela Rádio Cachoeira do Sul e Associação Rural nos jardins da ZYF-4. Rainha do Carnaval de 1952 -  Jornal do Povo, 21/2/1952, p. 1 Rádio Cachoeira do Sul - ZYF-4 - Coleção Emília Xavier Gaspary Precedido de quatro grandiosos bailes que se efetuaram nas principais entidades sociais cachoeirenses, o "Garden-Party" vem centralizando as atenções da cidade inteira, pois, assinalará o mais deslumbrante es

Cachoeira do Sul e seu rico patrimônio histórico-cultural

A história de Cachoeira do Sul, rica e longeva, afinal são 202 anos desde a sua emancipação político-administrativa, legou-nos um conjunto de bens que hoje são vistos como patrimônio histórico-cultural. Muito há ainda de testemunhos desta história que merecem a atenção pelo que representam como marcas dos diferentes ciclos históricos. Mas felizmente a comunidade e suas autoridades, desde 1981, pela criação do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico-Cultural - COMPAHC, têm reconhecido e protegido muitas destas marcas históricas. Antes da existência do COMPAHC muitos e significativos bens foram perdidos, pois o município não dispunha de mecanismos nem legislação protetiva, tampouco de levantamento de seu patrimônio histórico-cultural. Assim, o Mercado Público, em 1957, e a Estação Ferroviária, em 1975, foram duas das maiores perdas, sendo estes dois bens seguidamente citados como omissões do poder público e da própria comunidade. Sempre importante lembrar que por ocasião do anúncio da