Pular para o conteúdo principal

A Semana de Cachoeira chega ao cinquentenário

A Semana de Cachoeira do Sul, conjunto de atividades e eventos que acontecem anualmente de 8 a 15 de dezembro, nasceu há 50 anos. 

Instituída pela Lei Municipal n.º 1395/69, de 3 de outubro de 1969, a Semana de Cachoeira do Sul surgiu de um projeto de lei do vereador Adroaldo Fernando de Moraes, cujo mandato foi de 1969 a 1973.  Segundo ele: 

Vereador Adroaldo Moraes - AHMCS

"A ideia de instituir a SEMANA DE CACHOEIRA DO SUL partiu da necessidade de integrar as forças vivas da comunidade, visando difundir as possibilidades culturais e sócio-econômicas de nossa cidade". 

Inicialmente a ideia foi de realizar a Semana de Cachoeira na segunda semana do mês de outubro de cada ano. A justificativa de seu idealizador era "para que a mesma coincidisse com o período escolar, pois notava-se na época um grande desconhecimento, por parte dos professores e alunos, sobre a história e as potencialidades do município". Ficou decidido então que durante o período de realização todas as escolas dedicariam um horário para serem divulgados dados sobre a história e as possibilidades culturais e sócio-econômicas do município, conforme consta da pesquisa elaborada pelo Arquivo Histórico sobre a Semana de Cachoeira do Sul no ano de 1990.

No ano de 1969 ainda não aconteceu a semana, mas o I Festival de Cachoeira do Sul, realizado nos dias 6, 7 e 8 de dezembro. Promovido pela Prefeitura, através do prefeito Honorato de Souza Santos, por entidades e representantes da comunidade, o programa do festival foi organizado pela Escola Superior de Artes Santa Cecília - ESASC, tendo caráter social, beneficente e cultural. Uma das atividades marcantes do evento foi a exposição pública do painel de cimento projetado e realizado por alunas da ESASC, hoje bem tombado pelo município como patrimônio histórico-cultural e conhecido como "Sinta-se feliz na Capital do Arroz", fixado em muro na esquina das ruas Virgílio de Abreu e Andrade Neves.

Em 1971, o vereador Alberto José Machado apresentou um projeto de lei que alterava o período de realização da Semana de Cachoeira do Sul, prevendo-a para acontecer no mês de dezembro de cada ano, iniciando no dia 8* e terminando no dia 15**. A Lei Municipal n.º 1530/71, de 16 de dezembro de 1971 promoveu a alteração.

Só no ano de 1977 é que de fato a Semana de Cachoeira do Sul aconteceu pela primeira vez. Desde então, de 8 a 15 de dezembro, a cidade prepara uma programação para ressaltar as suas potencialidades e difundir suas riquezas.

*8 de dezembro: feriado municipal dedicado à padroeira Nossa Senhora da Conceição.
**15 de dezembro: aniversário da elevação de Cachoeira à condição de cidade, o que se deu em 15 de dezembro de 1859.

MR

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bar América - plantas no acervo do Arquivo Histórico

A notícia de obras de recuperação e melhoria do Bar América para nele ser instalada a futura Secretaria Municipal da Cultura faz renascer a esperança de ver aquela parte nobre da Praça José Bonifácio revitalizada e, ao mesmo tempo, viabilizar espaço e melhores condições à valiosíssima área cultural do município.  A história do Bar América remonta ao ano de 1943, quando a imprensa noticiou que a Prefeitura Municipal pretendia construir um quiosque-bar na Praça José Bonifácio. Assim noticiou o jornal O Comércio , de 17 de março daquele ano: A Praça José Bonifácio será dotada de um quiosque-bar Faz parte do programa de reforma da cidade, desde o calçamento das principais ruas, a construção de um quiosque-bar na Praça José Bonifácio. De tempos em tempos, o nosso Governo Municipal faz publicar editais de concurrencia publica para a construção e exploração de um bar naquele local, mas estes não apareciam. Agora, foi posta em fóco novamente a questão e apresentou-se um único candidato, que en

Inauguração das Casas Pernambucanas

A notícia veiculada na imprensa de que em breve as Casas Pernambucanas voltarão a abrir as portas em Cachoeira do Sul despertou a curiosidade e o interesse de buscar informações sobre a instalação da primeira filial dessa popular casa comercial na cidade. Vem do Acervo de Imprensa do Arquivo Histórico a resposta. O Commercio , 24/6/1931, p. 1 Folheando as páginas dos jornais O Commercio  e Jornal do Povo  da década de 1930 e partindo da notícia da inauguração da segunda loja das Casas Pernambucanas em Cachoeira, ocorrida em setembro de 1936, uma rápida volta no tempo levou ao dia 8 de julho de 1931: O Commercio, 8/7/1931, p. 1 Casas Pernambucanas. - Com a presença de exmas. sras., senhoritas e cavalheiros, representantes das autoridades do municipio e da imprensa local, foi inaugurada, ás 10 horas da manhã de quarta-feira ultima, no predio da rua Julio de Castilhos n.º 159, a Filial das Casas Pernambucanas, cuja gerencia está a cargo do sr. José Aquino, muito conhecido e relacionado ne

A Ponte do Passo Geral do Jacuí

O Passo Geral do Jacuí, localizado a 30 km da cidade de Cachoeira do Sul, pela estrada de rodagem e, cerca de 40 km pelo leito do rio Jacuí, foi um dos caminhos de ligação entre Rio Pardo e a Região da Fronteira Oeste e Planalto, em tempos de paz e de Guerra Farroupilha. Terminada a Revolução Farroupilha, com a pacificação de Ponche Verde, a Província, governada por Caxias, volta-se para as obras e a prosperidade do Rio Grande do Sul. Em 8 de abril de 1846, por decreto, é apresentado o projeto para esse desenvolvimento e nele incluída a construção de uma ponte sobre o Passo Geral do Jacuí. Uma obra necessária e vital para agilizar a ligação entre os principais núcleos urbanos, servidos pelo rio Jacuí e a comercialização dos produtos e riquezas entre regiões Leste e Oeste da Província. Sua construção foi contratada pelo empreiteiro Ferminiano Pereira Soares, em 1848, pela quantia de 250 contos de réis, paga em seis prestações e num prazo contratual de cinco anos. (Ferminiano co