Pular para o conteúdo principal

Carta de um aprendiz de alfaiate à sua namorada

Junho é o mês em que recai, no Brasil, em 12, o dia dedicado aos namorados. Em vários países, a data é comemorada em 14 de fevereiro, no Dia de São Valentim. E aqui o 12 de junho foi escolhido porque antecede o Dia de Santo Antônio, comemorado em 13, pela razão de ser o santo conhecido como "casamenteiro" e protetor dos noivos.

Santo Antônio - calendarr.com

Para marcar o calendário, foi encontrado no acervo de imprensa do Arquivo Histórico, mais precisamente no jornal O Commercio, edição de 18 de maio de 1921, uma interessante e alegórica carta escrita por um alfaiate para a sua namorada: 

O Commercio, 18/5/1921, p. 2 - suplemento


Minha fazenda

Passei hoje o dia sem dar um ponto com saudades tuas, o coração trespassado pelas agulhas da tua indifferença, a alma cosida de amarguras, a cabeça como uma almofada de alfinetes, os pensamentos sem fio, tudo isso por motivo do pouco caso que hontem me mostraste!

Casemira de minha alma, as tuas faces são macias como a seda de forro ou como o astrakan das golas que eu pesponto: teus cabellos são como novellos de retroz preto! Teus olhos reluzem como botões de onix! Tua cinturinha não mede 25 pontos! Teus pés são como dois ferros de engommar que abrazam meu coração! Teus dedos como canudinhos de retroz côr de rosa! Teu talhe é digno de uma casaca de panno fino, forrada de seda.

Ah! minha querida Casemira, não desprezes o teu amante, não lhe córtes as esperanças que tem de que um dia serás sua!

Se isso intentas, faze antes do meu coração bainha e atravessa-o com a agulha da tua ingratidão.

Já me sinto afogar nas mangas da tua maldade, sepultar-me nas abas da tua indifferença, o coração d’antes entumecido com os enchimentos das esperanças, faz rugas dolorosas que nem o ferro mais quente pode tirar.

Volta, Casemira, a olhar para mim, verás como tratarei de fazer casas em que habitaremos juntos, constantes, amantes e delirantes.

Deste teu admirador que alinhavou esta ás pressas.

Pafuncio Jamegão Eleutherio


É bem comum os apaixonados não correspondidos, ou aqueles que buscam um amor, fazerem promessas a Santo Antônio, rogando pelo atendimento de suas preces. Em Cachoeira, há uma linda igreja a ele dedicada. Segundo a tradição portuguesa, quem é beneficiado por Santo Antônio em seus pedidos deve casar-se em um templo a ele consagrado. Portanto, não será por falta de igreja que os pombinhos cachoeirenses deixarão de cumprir a velha tradição de nossos fundadores. 

Quanto ao alfaiate Pafuncio Jamegão Eleutherio e sua amada Casemira, terão eles produzido uma boa costura ou apenas um remendo?

 

Igreja Santo Antônio - Renato Thomsen
MR

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Colégio Estadual Diva Costa Fachin: a primeira escola de área inaugurada no Brasil

No dia 1.º de outubro de 1971, Cachoeira do Sul recebeu autoridades nacionais, estaduais e regionais para inaugurar a primeira escola de área do Rio Grande do Sul e que foi também a primeira do gênero a ter a obra concluída no Brasil. Trata-se do Colégio Estadual Diva Costa Fachin, modelo implantado com recursos do Programa de Expansão e Melhoria do Ensino Médio - PREMEM, instituído pelo Decreto n.º 63.914, de 26/12/1968.  Colégio Estadual Diva Costa Fachin - Google Earth A maior autoridade educacional presente àquela solenidade foi Jarbas Passarinho, Ministro da Educação, acompanhado por Euclides Triches, governador, e pelos secretários de Educação, Coronel Mauro Costa Rodrigues, de Interior e Justiça, Octávio Germano, das Obras Públicas, Jorge Englert, e da Fazenda, José Hipólito Campos, além de representantes do Senado, de outros ministérios, estados e municípios.  Edições do Jornal do Povo noticiando a inauguração da escola (30/9/1971 e 3/10/1971, p. 1) Recepcionados na Ponte do Fa

Rainha do Carnaval de 1952

O carnaval de 1952 foi marcado por uma promoção da ZYF-4, a Rádio Cachoeira do Sul, e Associação Rural, que movimentou toda a cidade: a escolha da rainha dos festejos de Momo. Vamos conhecer esta história pelas páginas do Jornal do Povo : Absoluto êxito aguarda a sensacional iniciativa da ZYF-4 e Associação Rural - Milton Moreira (PRH-2) e a famosa dupla "Felix" da Televisão Tupi  participarão de atraente "show" Cachoeira do Sul viverá sábado à noite o maior acontecimento social dos últimos anos, com a realização do monumental "Garden-Party" promovido pela Rádio Cachoeira do Sul e Associação Rural nos jardins da ZYF-4. Rainha do Carnaval de 1952 -  Jornal do Povo, 21/2/1952, p. 1 Rádio Cachoeira do Sul - ZYF-4 - Coleção Emília Xavier Gaspary Precedido de quatro grandiosos bailes que se efetuaram nas principais entidades sociais cachoeirenses, o "Garden-Party" vem centralizando as atenções da cidade inteira, pois, assinalará o mais deslumbrante es

Cachoeira do Sul e seu rico patrimônio histórico-cultural

A história de Cachoeira do Sul, rica e longeva, afinal são 202 anos desde a sua emancipação político-administrativa, legou-nos um conjunto de bens que hoje são vistos como patrimônio histórico-cultural. Muito há ainda de testemunhos desta história que merecem a atenção pelo que representam como marcas dos diferentes ciclos históricos. Mas felizmente a comunidade e suas autoridades, desde 1981, pela criação do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico-Cultural - COMPAHC, têm reconhecido e protegido muitas destas marcas históricas. Antes da existência do COMPAHC muitos e significativos bens foram perdidos, pois o município não dispunha de mecanismos nem legislação protetiva, tampouco de levantamento de seu patrimônio histórico-cultural. Assim, o Mercado Público, em 1957, e a Estação Ferroviária, em 1975, foram duas das maiores perdas, sendo estes dois bens seguidamente citados como omissões do poder público e da própria comunidade. Sempre importante lembrar que por ocasião do anúncio da